O Sapo Desencantado no Reino Auto-suficiente



O sapo desencantado

Do encanto ao beijo, do sapo ao príncipe,
parou certo sapo seu sonho na poesia
recolhendo em cada carícia esquecida
o doce perfume do coro de hosanas,
e nos transformismos eternos a dúvida
que desafia descobrir o sabor das ânsias.
Mas o sapo curvado ao passado onde
pegadas do sonho são areia ventada,
caminha seu destino sem recobrar esperança,
sem saber o que quer... oxalá soubesse
querer o impossível pelo que enlouquecer.
Aquele beijo que lhe desvelou o segredo,
apressou o porvir e afogou o mistério
no pântano outrora fauno parceiro.
Oh, tanto quis ser de novo aquele sapo,
como a dama una sereia, a verdade uma ilusão,
a lágrima uma canção, o orvalho um afago...
Quis recuperar seu sonho de amar a magia,
de enfeitar sua espera encantada. Mas não!,
jamais metamorfose com direito a sonho.
Irreverente destino concluso à mão fechada,
findou sua parceria com rouxinol amoroso
e naquele pedaço de céu espremido
atrás da colina de surpresas,
inalando aroma de sândalo,
ganhou o sapo o poder plebeu
para não mais sonhar.
Inês Marucci

  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • RSS

8 comentários:

edilene - amor disse...

ótimo post!

Lucio disse...

Excelente!

Della disse...

Que triste, Marivan!Mas gostei muito!!abração

JUAHREZ ALVES disse...

Parabéns pela Rádio.
Sucesso!!!

Vanessa Tavares disse...

Olá, esta web radio é uma bênção!
Já estou seguindo para acessar e indicar.
Vou incluí-lo nas minhas parcerias, mas não tenho link para o ícone do meu blog =/
se tiver outra forma de fazer, seria ótimo.
Graça e Paz!

Blábláblá na rede disse...

Passando pra te agradecer pela visita e te desejar uma ótima semana...Abraço. Khelen

Vanessa Tavares disse...

enviei para o email da rádio o banner.
Paz!

MIA disse...

Parabens pela radio...
Tambem sou evengélica e serei uma ouvinte da rádio...
Deus voz abençoe!

Postar um comentário