Quem está segurando a corda?



Ao longo de ruas quietas de certa vila de pescadores fundada a foz de um impetuoso rio, um clamor ecoava:
Um menino caiu no rio! Socorro um menino caiu no rio!
Rapidamente uma multidão se formou, e olhos aflitos olhavam a pequena figura que se debatia e se afogava em águas turbulentas.
Mas ninguém se atrevia a entrar na água.
De repente do meio da multidão uns burburinhos, abram espaço para o Tião.

O mais forte e experiente nadador da vila se aproxima correndo e trazendo uma longa corda, disposto a salvar o garoto.
Amarrou uma ponta da corda em volta da cintura, jogou a corda para a multidão e mergulhou no rio.
Ansiosamente a multidão observou-o atacar a correnteza com braçadas firmes.
A alegria se espalhou quando ele alcançou o menino e o agarrou com firmeza em seus braços fortes.
- Puxem a corda! Gritou acima das águas violentas
As pessoas olharam umas para as outras
-Quem está segurando a corda?  Perguntaram:
Ninguém estava segurando a corda. Na excitação de ver o salvamento, a multidão tinha deixado a ponta da corda deslizar para dentro d’água. Impotentes em ajudar, viram duas pessoas se afogarem, porque ninguém tinha assumido a responsabilidade de segurar a corda.
Muitas vezes somos tomados de surpresa por situações inesperadas, a pergunta é o que fazer?
Quando um furacão corta e dilacera, apenas as fundações sólidas sobrevivem a esta fúria desenfreada. Contudo, estas bases podem ser usadas para a reconstrução após a tempestade. Em qualquer tipo de construção, a base é de vital importância. Ela precisa ter profundidade e solidez suficientes para suportar o peso da construção e outras pressões. Vidas são como construções, e a qualidade de sua base determinará a qualidade do seu todo; é freqüente o uso de materiais inferiores, e quando chegam as provas, estas vidas são arruinadas.
Jó foi testado. Desfrutando de uma vida cheia de prestigio, posses e pessoas foi submetido e atingido por todos os lados, devastado, sugado até a sua base.Entretanto sua vida fora construída em Deus, e ele suportaram.
O livro de Jó conta a historia de um homem de Deus, é um emocionante drama de uma pessoa que vai da riqueza à extrema miséria, da saúde a doença, da alegria a tristeza, dos mais altos escalões da sociedade ao total abandono, uma queda vertiginosa e sem escala ao mais profundo poço da vida humana.
Um tratado teológico sobre sofrimento humano e soberania Divina, um verdadeiro retrato de uma fé viva, verdadeira e persistente.
Analise sua vida hoje e cheque sua base, em que você está fundamentado, existe ancora no seu barco? Quem está segurando a sua corda?
É fácil pensarmos que temos todas as respostas. Na verdade, apenas Deus conhece exatamente o porque dos acontecimentos, e precisamos submeter-nos à sua soberania.
Desejo que possa você estar apto a afirmar que, quando nada mais restar além de Deus: Ele o Senhor é mais que suficiente!
“Deus é o nosso refugio e fortaleza, socorro presente na hora da angustia”.
Salmos 46:01

pr_joilson

Pr Joilson Lacerda 

  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • RSS

4 comentários:

Fabio Lucio Blog disse...

Simplesmente fascinante... amigo, incrível mas, eu precisava ler isso!!! hoje. parabéns pela postagem, abraço.

Victinho disse...

Caro amigo
podemos tirar muitas lições deste post, mas em principal sempre fortalecer nossa base espiritual, pois esta sim dará suporte para enfrentar todos os problemas da vida.
Abraços,
Vitor.

Deny disse...

Que texto sábio amigo, felizmente quem segura por muito tempo nossa corda é Deus, e que bom.
Realmente na vida temos que procurar nossa âncora, e rezar para que ela nunca saia dali!!!

=D

Mari Costa disse...

Oii Marivan

Esse texto realmente é para refletimos mesmo, acho que acima de tudo quando estamos por cima ou por baixo, temos que ter humildade e acreditar em Deus, pois Deus dar realmente fardo pesado aquele que possa suportar, entao se tivemos passando por alguma dificuldade na vida, nao devemos se revoltar contra Deus, ao contarrio temos que pdeir força e resignação para podemos suportar todas as provações da vida, assim seguimos para o caminho da evolução.

Bjs no coração

Postar um comentário